.: Paróquia Sagrada Família :. Diocese de Criciúma - Araranguá /SC

Comunidade Jardim Cibele

PADROEIRO



 


DIVINO ESPÍRITO SANTO

Exatamente 50 dias após a Páscoa é comemorado o Dia do Divino Espírito Santo - uma das datas mais importantes no calendário católico. O Espírito Santo é a fonte da verdade, o símbolo maior de renovação das forças e energias além de se colocar como o início de um novo tempo, de uma nova vida cheia de esperança na vida das pessoas. 
O dia também representa o momento que o Espírito Santo desceu do céu sobre os apóstolos de Cristo simbolizando a presença de Deus em suas vidas fazendo-os “nascer de novo”.
A comemoração da data surgiu no século XVI em Portugal. Naquela época, os nobres e mais afortunados ofereciam grandes banquetes coletivos para as pessoas e também era uma oportunidade para todos aqueles que quisessem colaborar com doações e esmolas aos pobres e necessitados.
O Espírito Santo simboliza a terceira pessoa da Santíssima Trindade que é presentada por:
- Deus Pai: 1ª pessoa da Santíssima Trindade. Aquele para quem nada é impossível. O Pai Eterno é amoroso e criou o mundo para manifestar sua bondade, sua glória e beleza.
- Jesus Cristo: 2ª pessoa da Santíssima Trindade. O Filho predileto, o ungido e enviado para nos redimir de nossas faltas. O verbo que se encarna para nos salvar das trevas, que nos reconcilia com Deus, modelo de nossa santidade.
- Espírito Santo: 3ª pessoa da Trindade. É o Paráclito, o Espírito de Verdade, procede do Pai e do Filho, e com Eles é adorado e glorificado.
Alguns símbolos marcam as comemorações desse dia e no Brasil alguns são mais populares:
- pomba branca: acredita-se que o espírito de Deus desceu à Terra no formato de uma pomba branca e por isso ela é um dos símbolos mais populares do Espírito Santo. Ela sempre vem acompanhada de sete raios simbolizando os sete dons - Sabedoria, Entendimento, Ciência, Conselho, Fortaleza, Piedade e Temor de Deus.
- coroa: simboliza a importância e a responsabilidade de fazer caridade à quem não tem (antigamente, quem fazia esse papel era o rei)
- distribuição de esmolas: também parte da tradição, simboliza humildade de dá continuidade a representação do Espírito Santo em forma de renovar e renascer uma nova vida a partir da caridade.

Extraído de: Nossa Sagrada Família 



Igreja Sagrada Família Rua Nereu Ramos, 400 - Cidade Alta
CEP 88900-000
Fone/Fax: (48) 3524-1233
E-mail: pascom@paroquiasagradafamilia.com.br